Pageviews last month

Saturday, August 12, 2006

MAU CARATISMO NÃO TEM CURA

Esta oposição e imprensa "marronzista" não consegue ver a grande, imensa, incomensurável sabedoria de Lulla da Silva só elle poderia dizer, com conhecimento de causa, uma verdade como esta, não que seja uma só:
"A desgraça da mentira é que, ao você contar a primeira, passa a vida inteira contando mentiras para justificar a primeira".
Lulla em 30/07/2000:
"Não é possível que o presidente não soubesse de nada (sobre o então presidente FHC que, para ele, naquele tempo tinha obrigação de saber (pasmem!) do escândalo da violação do painel do Senado), que ele não tivesse idéia do que o seu homem de confiança fazia na sala ao lado da sua no Palácio do Planalto. Afinal, um presidente da República não pode ser tão desinformado (Há!Há!Há!). Aliás, o presidente deveria ter se dirigido à opinião pública para, no mínimo, prestar esclarecimentos sobre esses escândalos. "


Lulla em 09.08.2006 no Jornal Nacional:
"Está cheio de família que tem problema dentro de casa e não sabe. Está cheio de pai e mãe que ficam sabendo que seu filho cometeu um delito pela imprensa ou quando a polícia prende. Como pode alguém querer que o presidente da República saiba o que está acontecendo agora na secretaria da agricultura do Estado de São Paulo, ligada ao Ministério da Agricultura?"
(Pelo menos podia saber dentro do Palácio não acham? Ele já disse que nem fora do gabinete sabe de nada, vê ou ouve, ou seja, não administra nada. Não sabe o que é controle.)

Lulla em 4/03/200:
“No Brasil, a opinião pública só fica sabendo das falcatruas que ocorrem em determinados governos quando há brigas envolvendo o centro do poder. Somente a partir desse tipo de denúncias é que as oposições, a imprensa e a própria sociedade têm meios de aferir a gravidade desses casos de corrupção”.

Lulla em 07/12/2005:
"Um dia que você tomar uma queimada, você vai ver que não tem fogo amigo. Mesmo que for sua esposa que te queime, você vai sentir dor".

MENTIU ANTES OU MENTE AGORA?

Lulla da Silva escreveu, e divulgou nacionalmente, em 16 de junho de 2005, a seguinte carta, supostamente, em resposta a pedido de demissão de José Dirceu:

“Querido Zé, Recebi seu pedido de afastamento das funções de Chefe da Casa Civil. Decidi aceitá-lo, louvando seu desprendimento pessoal. Só pessoas de sua grandeza são capazes desses gestos. Compartilho seu sentimento de que esta decisão permitirá a você melhor defender nosso Governo, nosso partido e sua própria pessoa. Como parlamentar brilhante que é - um dos líderes políticos mais importantes e respeitados da República - você poderá, na Casa do Povo Brasileiro, desfazer as infundadas acusações lançadas por aqueles que querem desconstruir nossa história e nosso projeto de mudança social. Esta é a ocasião para expressar meu apreço por sua lealdade, dedicação, competência e honestidade no trato da coisa pública, como Ministro Chefe da Casa Civil. É também a ocasião para reiterar minha amizade e gratidão por tudo o que fez pelo povo brasileiro em nosso Governo. Como você mesmo diz em sua carta, a luta continua”.

Lulla 28 de março de 2006, supostamente, depois de ter “aceito” a demissão de Palocci na posse de Guido Mantega, elogiando um ministro que saía acusado de, no mínimo, quatro crimes, inclusive violação de sigilo que quase saí do Ministério direto para a cadeia:

“Eu posso terminar dizendo, Palocci, uma coisa que eu já falei a vida inteira e vou dizer para você: todo mundo tem família, em toda família tem briga, Eu digo sempre o seguinte: nem todo irmão da gente é um grande companheiro, até porque você não escolhe irmão, mas companheiro você escolhe. E eu posso te dizer, Palocci, que se é verdade que nem todo irmão é um grande companheiro, é verdade que um bom companheiro é um grande irmão. É por isso que posso te dizer, Palocci, independente deste momento que estamos vivendo agora, eu posso lhe dizer: a nossa relação é de companheiro, possivelmente mais do que a relação de irmão”.

Lulla da Silva, em entrevista no Jornal Nacional, 09.08.2006:

"Eu afastei o Zé Dirceu, afastei o Palocci e outros funcionários envolvidos. E vou continuar afastando".

“Nunca falei em punir suspeitos, defendi a punição caso houvesse prova. Afastei os dois e outros funcionários também, e vou continuar afastando. Vou continuar provando minha inocência. O Governo não acusa, age”.

No Programa Roda Viva 10.11.2005:

"Essa idéia de mensalão me soa a folclore".

Lulla 09.08.2006 mesmo sem ver, ouvir ou controlar nada :

"Tenho responsabilidade em qualquer erro que funcionário público cometer no Brasil”

Lulla 23.11.2005:

“Não há nenhuma gota de prova contra José Dirceu”.

11 comments:

José Alberto Mostardinha said...

Viva:

Á grande Spersivo, sempre a dar-lhe.
É assim mesmo meu amigo. A corrupção não tem côr. É como o camaleão.
É por isso que é um combate constante.

Um abraço,

ANTONIO CARLOS said...

SILVIO!

Faltou uma somente:

"Esqueçam tudo o que eu disse antes" (FHC)

Anonymous said...

Bernardo Coelho
Ó meu! Vê se te manca! NINGUÉM TÁ FALANDO DE FHC NÃO OU É ELE AINDA QUE DESGOVERNA? Responde aí tenha coragem: o Esfaqueado, o Apedeuta mentiu antes ou agora? Ou mente sempre? Quanto te pagam pra defender a pouca vergonha deste governo? Diz que Delúbio, Valério, Palocci, Gushiken, Silvinho Land Hoover, Duda Mendonça, Professor Luizinho, Luiz Paulo Cunha, Cirilo, o cuecão Genoíno & irmão Serys & Idelli e o Mercadão, eleito com milhões pagos em paraíso fantasma, são sérios? Meu irmão ou tu tá no meio ou tá pegando uma bola! Fala sério! Tu não diz que não rouba só diz que o FHC ROUBOU! Fora todos os ladrões e seus defensores!

LCMarques said...

Silvio, além de ficarmos sempre informados tenho o prazer de compartilhar com visitantes que tudo indica que sejam botafoguenses atuais, que acreditam que temos time e que seremos campeões...
Viva a mula sem cabeça que botava fogo pelas ventas (esse é o mistério!)
Defender o indefensável é tarefa para remunerados

TRILHAS&TERRAS = Homem em Movimento said...

Comparações pertinentes e vergonhosas

Diamantina, interior de Minas, 1914.
O jovem Juscelino Kubitschek, de 12 anos, ganha seu primeiro par de sapatos.
Passou fome.
Jurou estudar e ser alguém.
Com inúmeras dificuldades, concluiu Medicina e se especializou em Paris.
Como presidente, modernizou o Brasil.
Legou um rol impressionante de obras; humilde e obstinado, era e ainda é
querido por todos até hoje.

Brasília, 2003.
Lula assume a presidência.
Arrogante, se vangloria de não ter estudado.
Acha bobagem falar inglês.
"Tenho diploma da vida", afirma. E para ele basta.
Meses depois, diz que ler é um hábito chato.
Quando era sindicalista, percebeu que poderia ganhar sem estudar, e sem trabalhar, sua meta até hoje, ao que parece.
Exemplo para estudantes e trabalhadores...

Londres, 1940.
Os bombardeios são diários, e uma invasão aeronaval nazista é iminente.
O primeiro-ministro W. Churchill pede ao rei George VI que vá para o Canadá.
Tranqüilo, o rei avisa que não vai.
Churchill insiste: então que, ao menos, vá a rainha com as filhas.
Elas não aceitam e a filha mais velha entra no exército britânico; como
tenente-enfermeira, sua função é recolher feridos em meio aos bombardeios.
Hoje ela é a rainha Elizabeth II.

Brasília, 2005.
A primeira-dama Marisa Letícia requer cidadania italiana - e consegue (sem ao menos falar italiano e, como sabemos, inúmeros pedidos de dupla cidadania de verdadeiros descendentes estão "na fila").
Explica, ingenuamente, que quer "um futuro melhor para seus filhos...".

Washington, 1974.
A imprensa americana descobre que o presidente Richard Nixon está envolvido
até o pescoço no caso Watergate. Ele nega, mas jornais e Congresso o encostam
contra a parede, e ele acaba confessando.
Renuncia nesse mesmo ano, pedindo desculpas ao povo.

Brasília, 2005.
Flagrado no maior escândalo de corrupção da história do País, e tentando disfarçar o desvio de dinheiro público em caixa 2, Lula é instado a se explicar.
Ante as muitas provas, Lula repete o "eu não sabia de nada!", e ainda acusa a
imprensa de persegui-lo, posando como vítima.
Disse que foi "traído...", mas não conta por quem.

Londres, 2001.
O filho mais velho do primeiro-ministro Tony Blair é detido, embriagado, pela
polícia. Sem saber quem ele é, avisam que vão ligar para seu pai buscá-lo.
Com medo de envolver o pai num escândalo, o adolescente dá um nome falso.
A polícia descobre e chama Blair, que vai sozinho à delegacia buscar o filho,
numa madrugada chuvosa. Pediu desculpas ao povo pelos erros do filho.

Brasília, 2005.
O filho mais velho de Lula, o Fábio Luis Lula da Silva, é descoberto recebendo
R$ 5 milhões de uma empresa financiada com dinheiro público. Alega que
recebeu a fortuna vendendo sua empresa Gamecorp, de fundo de quintal,
que não valia nem um décimo disso. O pai, raivoso, o defende e diz que não
admite que envolvam seu filhinho mimado nessa "sujeira". Qual sujeira?

Nova Délhi, 2003.
O primeiro-ministro indiano pretende comprar um avião novo para suas viagens.
Adquire um excelente, brasileiríssimo EMB 195, da Embraer, por US$ 10 milhões.

Brasília, 2003.
Lula quer um avião novo para a presidência. Fabricado no Brasil não serve.
Como todo novo-rico quer um dos caros, de um consórcio anglo-alemão.
Gasta US$ 57 milhões e manda decorar a aeronave de luxo nos EUA.

Bom domingo!!!
Beijo!!!
Cris

Saramar said...

Parabéns, papai, pelo sei dia.
Que as bençãos de Deus lhe tragam sempre saúde e serenidade para ser pai, amigo e mestre, como você é.

beijos

ANTONIO CARLOS said...

Como não tá falando de FHC....o cara roubou bilhões deisfarçadamente e vcs ainda querem colocar o aluno dele de volta! Espere o fim da denúncia do mensalão para ver o que prospera!

Já as prefeituras do PSDB e do PFL éticos somam mais de 220 envolvidas em tramoias do escadalo sanguessuga. ou vc não sabe? aS DO PT ENVOLVIDAS SÃO 16. Será que foi surto de honestidade?

Me divirto em ver como vcs só vêem o que querem! Acham que o BRASIL começou em 2002!

Acorda meu!

ANTONIO CARLOS said...

Como não tá falando de FHC....o cara roubou bilhões deisfarçadamente e vcs ainda querem colocar o aluno dele de volta! Espere o fim da denúncia do mensalão para ver o que prospera!

Já as prefeituras do PSDB e do PFL éticos somam mais de 220 envolvidas em tramoias do escadalo sanguessuga. ou vc não sabe? aS DO PT ENVOLVIDAS SÃO 16. Será que foi surto de honestidade?

Me divirto em ver como vcs só vêem o que querem! Acham que o BRASIL começou em 2002!

Acorda meu!

ANTONIO CARLOS said...

Com vc explica que somente 16 prefeituras do PT foram envolvidas no mensalão e 220 entre PFL e PSDB éticos são fraudadores e SANGUESSUGAS? Espere o fim do processo e veja quanto da denúncia do mensalão vai ser acatada!


OU VC ACHA QUE O ROUBO DE BILHÕES DISFARÇADAMENTE DO PSDB é FICHINHA E QUE DEVAMOS ESQUECER.


ACORDA !!!!!!!

Anonymous said...

BERNARDO COELHO,
FHC roubou milhões e o Lulla não? Vai te catar pau-mandado! Tu é imbecil ou idiota? Não responde nada!Só ataca! Ou tu acha que o Zé Dirceu tá vivendo de brisa? Que o Lulla não sabia de nada? Que o "nosso Delúbio", o "amigo Zé" e o "grande irmão" Palocci, o "zapa" Gushiken fizeram tudo sem ele saber? Que nem o Mercadão não sabe como os dolares foram parar na mão do Duda Mendonça? De onde veio o dinheiro da corrupção do Mensalão e a grana dos sanguessugas? O Palacio do Planalto não tem nada a haver com isto? Não é da Saúde? O Cirilo e o Rochinha, amigo de cama e mesa do Lulla, não tem nada a haver? Não pegram 10% de nada. Tudo por ampor! Hé!Hé! Hé! Foi doidice do Silvio Pereira dizer que o plano era juntar um bilhão? Fora ladrão! Fora ladrão!

ANTONIO CARLOS said...

Então quer dizer que por analogia vc ROUBOU no governo FHC?